quinta-feira, 26 de julho de 2012

Terreno onde funcionava a extinta Maternidade Brigitta Daou vai ser doada para uma igreja evangélica

Segundo denúncia da Associação de Moradores da Compensa II, o terreno abandonado, na zona oeste, onde funcionava a extinta Maternidade Brigitta Daou, será doado a uma igreja evangélica para que os membros da igreja apoie uma candidatura a prefeito de Manaus.

A maternidade foi desativada pela prefeitura da capital em 2005, por ocasião da inauguração da Maternidade Moura Tapajós, no mesmo bairro. Nessa época, a desativação e a demolição do prédio da unidade ocorreram sob a promessa de criação de um centro integrado à mulher, que seria implantado no mesmo local. Infelizmente, o terreno está tomado pelo mato, sendo utilizado por vândalos para o uso de drogas. Ao lado da antiga maternidade, tem uma quadra que também não é utilizada pela população, sendo desbarrancada e tomada pelo lixo.

Os moradores do bairro vão acionar a justiça para evitar a doação de um bem público em troca de votos.